domingo, 16 de maio de 2010

Diálogo entre uma linda florzinha, o sol, a neve, galhos de bambu e o vento

livro de gramática de meu filho

História original - Fukineto
retirado do livro de idioma japonês da segunda série do meu filho


Diálogo entre uma linda florzinha,  o sol, a neve, galhos de bambu e o vento



Amanheceu as folhas do bambu comentaram  que o dia estava muito frio pois ainda restava um pouco de neve.
Surgiu um raio de sol e uma florzinha que estava coberta pela neve e desejava aparecer falou.
- A neve está muito pesada. Eu desejo ver o sol.
A neve pediu desculpa argumentando que o seu desejo era virar água e brincar longe dali .
A neve e a florzinha olharam para o céu mas o sol não estava presente.
O bambu logo falou
- Eu também quero dançar assim os raios solares iluminarão e aquecerão todos vocês.
O sol surgiu e sorridente comentou
- Acho que o vento ainda está dormindo.
O bambu, a neve e a flor ficaram preocupados.
O sol chamou o vento que apareceu espreguiçando e encheu  os pulmões de ar e assoprou.
O bambu começou a dançar, a neve virou água e a flor nasceu e  assim
chegou a PRIMAVERA.

tradução e interpretação - Kauê Shinji Nakamura





No Japão sempre as histórinhas são voltadas para a natureza

11 comentários:

  1. Rose

    Adorei a tradução e as palavras utilizadas neste texto
    Uma história magnifica

    Um forte abraço
    Mad

    ResponderExcluir
  2. Rose e Shinji
    Que linda historia. Está muito bem traduzida.
    É um poema á Primavera!
    ...o sol e o vento ,são os que nos trazem a Primavera...maravilhosa descoberta!
    Um conto amoroso para contar ás crianças...gostei muito!

    beijnhos aos dois e um xi-coração!

    beijnhos
    joana

    ResponderExcluir
  3. Rose,
    Que bonito!
    Gostei muito. Brinde-nos mais.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Rose,

    Achei muito bonito as estórias falarem da natureza. Assim, as crianças aprendem desde pequenas a respeitá-la e entender que somos parte dela.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Rose,
    Dizem que o japão só habita pessoas consideradas frias e insensíveis. Eu discordei assim que conheci o lugar. Onde pode haver frieza se o lugar é repleto de flores lindas, coloridas. E ainda ver a traduçao do seu filhote, tambem serve como exemplo que aí existe muito mais calor humano do que imagine o resto do mundo.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá Rose e pequeno Shinji!
    Linda a historinha e a mensagem nela contida. São em histórias como esta, com sua simplicidade, mas de beleza grandiosa, que podemos tirar as mais belas lições de vida.
    Grande beijo, muito amor pra vocês,
    Jackie

    ResponderExcluir
  7. Sensacional, linda história.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  8. Nossa Rose, que coisa mais linda.... que bom ter a oportunidade de ler estas histórias traduzidas pela linda mãozinha do seu filho!
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo!Seu filhinho me surpreende a cada dia.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Ah Que graça! Adorei a história!!!

    ResponderExcluir
  11. Tão doce, tão puro, tão completo. A tradução é perfeita, o final é muito gracioso.

    ResponderExcluir

O livro da mamãe - Clik e visite

Seguidores

AddThis

Bookmark and Share

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails